sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Oversteer


A bela foto de Angel Guerra mostra um carrinho lindo que acabou de passar pelo apex de uma curva, já se encaminhando à sua saída. Absolutamente de lado.

Gente que gosta de dirigir adora fazer isso: botar el coche de lado e controlar o resto da trajetória mais com o pedal do acelerador do que com o volante. Bem bacana, isso.

Bacana mas absolutamente ineficiente. Carro que anda é carro que rola e não carro que escorrega.

E esse carrinho lindo derivado de um Karmann Ghia (fusca, em última análise) é sobre-esterçante por natureza por ter seu centro de rolagem muito alto. O ponto de intersecção da linha que passa pelo centro dos pneus traseiros e pelo ponto de pivotamento dos semi-eixos de cada lado fica bem acima do centro de massa. Essa é a causa do maldito efeito de levantar a traseira dos carros equipados com swing axle e "fechar" as rodas traseiras em curvas rápidas, conhecido como jacking effect.

Vale para fuscas, Brasilias, Pumas, Corvairs, alguns Mercedes, incluindo o belíssimo SL 180 Gull Wing,  alguns BMW e Porsche mais antigos.

Esse Puma da foto, provavelmente espanhol (segundo este post aqui), não apresenta jacking effect muito acentuado e foi o que me chamou a atenção. Provavelmente está usando amortecedores muito mais duros do que os originais dos VW a ar. Esse é o remédio clássico para atenuar o chato efeito de fechar as rodas e subir a traseira: endurecer muito a suspensão e evitar o roll da carroceria o mais possível.

Como curiosidade, segue o EXIF desta foto:


Vê-se que Angel Guerra, o fotógrafo, não usou o modo manual de sua Canon 30D, optando por usar um modo semi automático que prioriza a abertura. 

He he he...

Modos automáticos e semi-automáticos de fotografia são para os fracos. Mas reconheço que isso poupa preciosos segundos quando o tema é rápido, como os Pumas, que podem ser revertidos para o cuidado com a composição da foto. 

No caso desta, funcionou perfeitamente.

Mas eu faria com abertura maior (f-number menor), diminuindo um pouco o campo focal e desfocando mais o fundo, que já tem um leve motion blur.