segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2012 já era

Bom, cabô 2012. Será que os vinhos dessa safra serão memoráveis? Sei lá. Não bebo vinho e jamais saberei, a não ser que leia alguma resenha enóloga no futuro e lembre deste exato momento, o que é muito improvável.

Indo ao que interessa, que são os carros, nunca certifiquei tanto carro antigo para receber placa preta como neste ano. Tem até um estoque esperando pra ser encaminhado/processado/despachado no primeiro dia útil de 2013, o que é bom.

Ainda bem, porque o mundo ia acabar neste ano. Apostei na continuidade agendando compromissos para 2013, dando uma banana para os maias. Espero que eles não tenham errado as contas e o fim esteja próximo, afinal.

E se estiver, apenas um desejo: fogo, não. Prefiro frio.

Pra registrar, deixo aqui a foto do carro mais impressionante que vistoriei pra PP em 2012. É esse aqui, ó:


A história desse carro é legal e ele foi muitíssimo bem conservado através dos anos. A maior parte deles passou guardado numa garagem fechada. Tem sinais de uso, claro, porque afinal foi comprado pra servir a seus dois primeiros donos. 

Mas são mínimos.