sexta-feira, 3 de maio de 2013

O Mundo É Uma Kombi



Não lembro se já falei dessa Kombi e desses caras. Se já falei e não lembro, falo outra vez. Ou... deixo eles mesmos falarem:

'...

Subimos até os 4800 e chegamos a um pequeno pueblo. Perguntamos por um posto de gasolina e um senhor abriu um sorriso e apontou. Fomos até a casa, Zagaia desceu para chamar o dono do "posto". 

"Ninguém. Vou entrar porque tá frio aqui fora."

Ele só se deu conta de que não fazia diferença quando começou a nevar dentro da Kombi.

Um pouco mais para frente encontramos outra casa que vendia gasolina. Me segurei para não rir quando vi o dono perguntando para o Zaga se ele queria comum ou premium, sendo que só tinha um galão.

Tanque cheio, agora só faltava chegar em Arequipa para consertar o vidro. Logo que saímos da vila um policial nos parou. 

"Vocês não podem circular sem o para-brisa."

"Senhor, o vidro acabou de quebrar na estrada."

"Deveriam ter chamado uma grua."

"Mas era essa estrada de terra, não havia grua perto e não temos telefone."

"De onde você é?"

"Do Brasil."

"E por quê o carro tem placa da Costa Rica?"

"Porque eu comprei no México de uma família argentina que tinha saído da Costa Rica."

"Então vocês são brasileiros viajando pelo Peru com um carro da Costa Rica comprado de um casal de argentinos no México? É brasileiro, fala que nem mexicano e se veste como árabe?"

"Sim."

"Vai, vai, pode ir." 

...'

Dá pra não ler um blog desses?