terça-feira, 14 de maio de 2013

Xissa! No capricho

X-salada de verdade

Callaballs Sandwich (R$ 25):
- pão de milho no formato de cachorro quente com seis unidades de almôndegas de calabresa cozidas no vapor, acompanhadas de queijo da casa, cebolas confitadas e molho chimichurri.

Desde quando essa porra é hambúrguer?


Reflexões sobre comidas sofisticadas, só que não

Eu bem ia ficar quieto mesmo depois de ler a maioria das descrições dos haburgueres (tá certa essa palavra?) em matéria no site da Folha de São Paulo. E olha que a maioria esmagadora é bem criativa, pra não dizer estapafúrdia.

Mas, hoje, terça-feira, dia 14 de maio de 2013, começa a segunda edição do SP Burger Fest (sic). Confesso que jamais soube da existência da primeira edição. 

Datas, claro, não tem a menor importância caso não sejam confrontadas num tribunal de júri pra quebrar, forjar ou validar algum álibi. Isso é assunto para advogados. Importantes são as concepções culinárias delirantes dos participantes desse festival gastronômico.  

A razão do espanto? Ora! Quando saio de casa pra comer um hambúrguer, é exatamente isso que quero comer: um hambúrguer. Apresentado nas suas formas mais comuns e tradicionais. Considero impensável a utilização de endívias num x-salada, por exemplo. Não combina, saca?

Se o hambúrguer é feito de carne de boi nas suas mais variadas formas, tais como picanha, fraldinha, maminha e etc, de linguiça calabresa, de avestruz, de kudu, se o queijo é mozzarela, cheddar ou gorgonzola, tudo bem. O que não pode é mudar o formato e a textura do pão, do naco de carne moída achatada e a disposição dos ingredientes. Isso, nem fodendo. Sob pena de deixar de ser hambúrguer, a classificação da iguaria.

Sem contar que perdem-se as referências sensoriais e temporais, no caso das invencionices mais bizarras. 

Na boa? Esse festival tá fundamentalmente errado. Assim como certíssimos estavam os autores do blog do x-salada (temo que não seja atualizado faz muito tempo). Esses caras cataram uma só icônica iguaria, no caso o x-salada, e passaram (passam, ainda. X-salada é vício) bom tempo avaliando a versão de várias lanchonetes. Usando inclusive parâmetros e procedimentos desenvolvidos in house (deles), como a mordida vertical completa. Importantíssimo, isso.

Antes das descrições e montagens (é! Tem foto!) dos sanduíches participantes do SP Burguer Fest, leiam as avaliações dos Gourmets do X-Salada.


P.S. Quase não como carne. Mas isso não vem ao caso. Especialmente quando devoro um Cheddar McMelt.