quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Gasolina. Blérgh! II/2

Continuando, eu disse que ia postar a foto da ferramenta que fui obrigado a fazer (na verdade, modificar) pra poder tirar e recolocar os HPMX 44. Tá aí:

A de cima serve pros parafusos dos prisioneiros dos carburadores. A outra serve pros prisioneiros dos cabeçotes. Espaço é um artigo raro quando se usa peças muito maiores que as originais em motores VW.

O acesso é péssimo pros prisioneiros dos coletores. O ideal seria ter dois cotovelos em cada braço e dose dupla de paciência. Não tenho nem um nem outro. Alá o espacinho que tem pra mover a ferramenta:


Precisei amassar um pouco a capa da ventoinha pra conseguir mais alguns milímetros de espaço pra mover a ferramenta, que já tinha sido afinada no esmeril:

Fazia tempo que eu não usava ferramentas de precisão...

Tirando os carburadores vi que tava faltando uma das porcas do eixo das borboletas do carb esquerdo. Claro que nem eu nem meu cunhado tínhamos em nossos estoques. Fui comprar e paguei o ABSURDO de dois reais cada. "É medida especial", disse o atendente. Medida especial, preço especial.

Logo acabo com isso. A compra de um torno com caixa norton está nos planos. Eu mesmo vou fazer porcas (e outras peças) especiais.

No close, as porcas de dois reais cada (dessa vez montei com contra-porca pra não perder mais):


Como quero andar de Puma no fim de semana, vou deixar pra fabricar e instalar os novos venturis pra depois.

No próximo post vou falar um pouco sobre acerto de carburadores Weber. Não sou preparador especializado mas acredito firmemente que qualquer pessoa que se interesse em perder um tempinho lembrando das aulas de Física do colégio, lendo um pouco e não se incomodando em perder mais um tempinho fuçando consiga fazer um motor VW a ar funcionar muito bem com um par de Webers.