segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Making a cafe style seat

Não tem muitas fotos da construção da rabeta da pequena CG cafe racer então aproveitei o video aí em baixo desses caras pra mostrar como se faz uma peça de fibra-de-vidro. Mas certamente gastaram bem mais grana do que o necessário, tiveram um trabalhão pra moldar a peça e fizeram uma puta sujeira insana.

"Pensar duas vezes, cortar uma vez só". Além disso, "a preguiça é a mãe da invenção", dizia a avó de um amigo meu. Como nasci preguiçoso, sigo à risca isso. Fico horas ou dias olhando pra uma peça ou projeto e imaginando um jeito de executá-lo com a máxima eficiência possível, sendo que eficiência pra mim é o compromisso entre esforço e resultado. Quanto menor o esforço e melhor o resultado, mais eficiente eu fui no exercício da preguiça.


A gente simplesmente fez uma rabeta de cartolina e preencheu com poliuretano expandido desse jeito. Não tem como escapar da fase da lixa 36 pra refinar o modelo.

E na hora de laminar, o cara não foi muito caprichoso. Mas o resultado final é o que interessa, na verdade. Alá o do cara como ficou:


O nosso ficou mais bonito no fim da laminação. E pronto pra receber a pintura definitiva, então, ficou melhor ainda. Logo aplico a pintura final e o revestimento do assento, que ainda não sei se vai ser espuma revestida de couro ou apenas um pedaço de EVA colado. Mas vai ficar bem legal, garanto.

(cêis notaram que o quadro que o cara tá usando é muito parecido com o da pequena CG cafe racer?)